Govinda Turismo Viagem India Pacotes Preço Passaporte
Duração: 07 fev 2019 - 08 mar 2019
Solicite Preços
>> Home > Pacotes de Viagem > Peregrinação de Yogananda

 

GRUPO DE 2018 LOTADO
Faça sua reserva para o Grupo de 2019
  • Norte da Índia – Peregrinação de Yogananda
  • Duração: 27 dias
  • De: 07 Fevereiro 2019 a 08 de Março 2019
  • Principais Cidades: Delhi, Agra, Varanasi, Ranchi, Calcutá, Serampore, Rishikesh.

Solicite Preços

 

A Proposta

A proposta desta viagem é peregrinar nos locais sagrados do divino iogue Paramahansa Yogananda e de sua linhagem de Gurus, descritos em seu livro, “Autobiografia de um Iogue”, um mestre hindu que teve como missão de vida, levar a Kriya Yoga para o ocidente.

Percorrer os passos da sua história, receber a bênção e usufruir a sagrada presença impregnada nesses santos lugares.

A proposta é também entrar em contato com a religiosidade hindu, nas cidades sagradas onde mais ela se manifesta, como Varanasi e Rishikesh.
Ficaremos hospedados nos 2 Ashrams da Yogoda Satsanga of India, ashrams oficiais de Paramahansa Yogananda, em Ranchi, em Dakshineswar e Dwarahat, verdadeiros oásis de Amor.

Govinda Peregrinação Paramahansa Yogananda

Peregrinação a India Sagrada


 

Presença de Especialista na Viagem

As viagens que a Govinda Turismo propõe tem o anseio de oferecer a melhor experiência em termos de crescimento cultural e no âmbito pessoal.
Quando entra-se em contato com diferentes culturas, temos a possibilidade de ampliar o nosso olhar do mundo e de nós mesmos.

Na Viagem Peregrinação de Yogananda além de sermos acompanhados pelo casal que idealizou o roteiro, Rebeca Angelica e Mohan Verma, teremos a presença de Renata Capdeville, especialista que compartilhará com nosso grupo seus conhecimentos em termos históricos, culturais e filosóficos de cada lugar visitado.
Assim aprofundamos a viagem.

Renata Capdeville Govinda Turismo

Renata Capdeville

Renata Capdeville

Devota de Paramahansa Yogananda, esteve na Índia em peregrinação e encantou-se pelo país.
Contribuiu como tradutora voluntária em satsangas e retiros com os monges da Self-Realization Fellowship no Brasil e na  Índia.
Reikiana nível II, arquiteta, apaixonada por gatos, idiomas e pelo ser humano.

 

 

 

 

 


Roteiro resumido com fotos:

“Descrevo a viagem sem tentar clarear o que exige penumbra, sem alinhar as ondulações, falarei sobre as minhas paradas prediletas. Irei demorar-me sem dúvida, ali onde outros só fazem passar e viceversa.”

DELHI

Delhi não é uma cidade, mas muitas! Uma mescla de ruínas de cidades medievais, palácios, túmulos, mesquitas, templos e construções modernas. A história de Delhi não está somente nos livros, mas nas ruas.

Delhi tem visto ascensão e queda de diversos impérios. Uma história documentada de cerca de 3.000 anos de existência. E indo além onde os estudos arqueológicos não alcançam. Temos menções de civilização neste local, citada no Mahabaratha, onde é descrita como a capital dos Pandavas.

Como as inúmeras dinastias que governaram Delhi ao longo dos anos, os britânicos também construíram a sua própria cidade aqui: New Delhi ” permanentemente renovada ao olhar  do que vislumbra suas mútiplas cidades..”

Em Nova Delhi visitaremos o templo de Akshardham, um templo hindu inaugurado em 2005, que mostra de forma brilhante 10.000 anos de cultura indiana em toda a sua grandeza e beleza de tirar o fôlego. Ele exibe a essência da arquitetura antiga da Índia, as tradições e as mensagens espirituais intemporais.

Templo de Akshardham - Delhi

Templo de Akshardham – Delhi

Akshar, significa o divino, e dham, lugar, morada, ou seja Akshardham significa a eterna morada do divino, do Deus supremo, a morada dos valores eternos e virtudes de Akshar.

Este templo é o maior templo hindu do mundo. Uma visita a Akshardham é uma experiência espiritual enriquecedora. Ao longo desta visita, símbolos hindus tradicionais de devoção, beleza e pureza criam um ambiente que faz brotar o divino .

VRINDAVAN

Vrindavan

Viagem para India Govinda Turismo India Vrindavan

 
Vrindavan é o local onde o Avatar Krishna passou sua infância e juventude. Por todas as partes encontramos as histórias dos passatempos de Radha e Krishna. Um dos mais sagrados lugares da India, aqui existem mais de cinco mil templos dedicados a Krishna espalhados nas simpáticas ruelas rodeadas pelo peculiar fervor devocional das pessoas e devotos que circulam pela cidade.

Acredita-se que a essência de Vrindavan estava perdida no tempo, até o século XVI, quando foi redescoberto por Chaitanya Mahaprabhu.

No ano de 1515 Chaitanya visitou Vrindavan, com o propósito de localizar os lugares sagrados associados aos passatempos transcendentais do Senhor Krishna. Ele vagou em transe espiritual de amor divino pelas diferentes florestas sagradas de Vrindavan.

É dito que pelo Seu divino poder espiritual, ele foi capaz de localizar todos os lugares importantes dos passatempos de Krishna dentro e ao redor de Vrindavan.

VRINDAVAN – Templo Prema Mandir

Prem Mandir Temple

Prem Mandir Temple

 
Prem significa Amor, e Mandir significa Templo, ou seja, Templo do Amor a Krishna. Este mandir feito de mármore italiano, inaugurado em 2012. Possui fontes e jardins, nos quatro cantos e portas que se abrem em todos os sentidos. Nos templos esculturas compõem o belo cenário das bênçãos de Sri Krishna.

VRINDAVAN – Templo da ISKCON

Isckon

Templo Isckon

Construído pela Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna ISKCON, em 1975. As principais deidades deste templo são Krishna e Balarama, com Radha Shyamasundar e Gaura Nitai lado a lado. Adjunto o templo está o samadhi de Prabhupada fundador da ISKCON, construído em puro mármore branco. Esta sociedade trouxe o movimento Hare-Krishna para o ocidente.

VRINDAVAN – Madan Mohan Templo

Templo Madan Mohan

Templo Madan Mohan

Paramahnasa Yogananda vistou este templo, fato que foi descrito em sua autobiografia. Foi o primeiro templo construído em Vrindavan, em 1580, sendo considerado patrimônio histórico indiano, sob os cuidados do governo.

A deidade deste templo foi descoberta por Advaita Acharya, santo intimamente relacionado com Chaitanya Mahaprabhu.

Ele veio a Vrindavan e tornou-se absorvido na adoração a Krishna, encontrando a Divindade de Madan Mohan na base de uma árvore onde ele fazia suas práticas devocionais, exatamente onde foi construído o templo.

Um dia, um navio carregado com sal, encalhou no rio Yamuna. Seu dono foi aconselhado por Sanatana Goswami a orar a Madan-Mohan para obter ajuda. O navio se libertou e o proprietário do navio fez um grande lucro, usou parte para construir o templo.

A deidade original de Madan-Mohan foi transferida de Vrindavan para Jaipur, Quando o imperador Mughal, Aurangzeb, com seus soldados atacaram Vrindavan em 1670.

AGRA

Uma das sete maravilhas do mundo. Eis aqui, juntamente com as pirâmides de Gizé, a tumba mais célebre do mundo. 

Considerado como uma das mais importantes construções da História da Humanidade, o Taj Mahal tem por de trás de suas edificações uma impressionante história.

Visitaremos esta construção magnífica permeada pelo conjunto de seu complexo, mausoléu construído por um imperador, dedicado ao amor pela esposa, que faleceu no parto.

Erguido junto ao rio Yamuna, entre 1630 a 1642, é uma jóia da arte muçulmana na Índia.

No século XIX, o poderio britânico na Índia colocou em sério risco a preservação do monumento devido à depredação realizada pelos oficiais ingleses e as rebeliões hindus.

No século seguinte, os ingleses realizaram um projeto de restauração e proteção do monumento. “No ano de 1993, o Taj Mahal foi considerado um patrimônio da humanidade e, com isso, a preocupação com sua conservação tornou-se responsabilidade de diversos historiadores, arquitetos e restauradores.”

Atualmente, o Taj Mahal representa uma das mais belas provas de amor já conhecidas. Além disso, a complexidade de seu traçado arquitetônico coloca esse mausoléu ao lado das mais perfeitas construções já realizadas pelo homem.

5.-Tal_Mahal1

Tal Mahal

 

AGRA – AGRA FORT

A história de Agra remonta há mais de 2500 anos, mas até a chegada do reinado dos Mongóis era apenas uma cidade provincial. Desde então a história de Agra é mesclada pela presença do império Mongol. Quase todos os monumentos de Agra foram construídos em seu período de esplendor, séculos XVI e XVII. Situada às margens do Rio Yamuna, foi muitas vezes a capital da Índia.

Conheceremos a mais importante fortaleza Mongol na Índia: O Forte de Agra. Não se sabe exato a sua origem, os livros de história a mencionam pela primeira vez cerca de 1000 AC.

O Forte de Agra também conhecido como, Lal Qila ou Forte Vermelho de Agra, teve a sua reconstrução mais atual nos anos de 1156 até 1605.

A saga deste forte chega até os britânicos em 1803, quando eles destroem diversas edificações internas para a criação de quartéis que resistem até hoje.

VARANASI

Varanasi faz parte desta peregrinação porque é a cidade onde Lahiri Mahasaya viveu. Nas palavras de Paramahansa Yogananda, “Antiga cidade de Kashi (Benares ou Varanasi) santificada pela lembrança de Lahiri Mahasaya e também pelos pés de Buda, e de Shankarachaya, o maior filosofo da Índia, e muitos outros cristo-iogues…”

É um dos destinos mais sagrados da Índia. O seu nome significa Porta do Céu, o local que dá acesso à vida eterna. Varanasi é o retrato da Índia em estado bruto, uma cidade onde encontramos a religiosidade hindu em seu máximo esplendor.

Uma das cidades mais antigas do mundo, com cerca de 3000 anos de história, com suas ruas estreitas antiquíssimas, que resistiu aos ataques furiosos dos muçulmanos, às monções, à corrosão do tempo e da memória.

Caminharemos por onde Lahiri Mahasaya percorreu e realizaremos o mesmo ritual sagrado praticado a milhares de anos a beira do Ganges, o Aarati.

Govinda-Turismo-Viagem-para-India

Varanasi

 

Varanasi, cidade que provoca um turbilhão de emoções…

Ora por atração, ora por repulsa. Nenhuma palavra é capaz de descrever o que sente vendo ao mesmo tempo, de um lado do rio Ganges, o sol nascer e do outro lado a morte, o corpo sendo transformado em pó numa fogueira.

Ver lado a lado, criança que brinca na mesma água em que foi jogado as cinzas do velho que se foi. A mente fica sedenta de respostas, mas o coração pulsa como quem compreende o indecifrável da vida.

 

AAA

Verenasi

O hinduísmo aqui é um dos mais fervorosos e acontece à beira do Ganges. E cada um tem sua própria maneira de celebrar esse contato com o sagrado Rio Ganges, alguns se banham… Outros bebem desta água… Outros fazem oferendas de água ao sol…

Ghat Manikarnika

Aqui a morte está ao alcance dos olhos, nada a dissimula ou mascara. Presenciaremos os corpos queimados ritualmente numa fogueira. O Ghat Manikarnika é um dos ghats mais sagrados, já que é aqui que os corpos são cremados. Os hinduístas acreditam que quando os corpos são queimados e jogados ao Ganges eles recebem MOKSHA, que significa a liberação dos pecados.

Todas as noites um grupo de sacerdotes realiza no Ghat Dashashwamedh um maravilhoso “Agni Pooja” (Culto de Fogo) dedicado para o Senhor Shiva e a Ma Ganga (rio Ganges), chamado também de Aarati. Assistiremos a este espetáculo, como expectadores ou como adoradores.

Para cada um que visita, Varanasi oferece uma experiência única. O nascer do sol brilhando em todo o sagrado Ganges, os templos ao longo de suas margens com seus sons, aromas e formas.

VISITAREMOS EM VARANASI

Lahiri Mahasaya (1828 – 1895)

Lahiri Mahasaya (1828 – 1895)

Lahiri Mahasaya (1828 – 1895)
Param-guru de Paramahansa Yogananda
Esta mente brilhante amava a Deus sobre todas as coisas e esse amor divino resgatou para a humanidade, nesta nossa era, o conhecimento da KRIYA YOGA (1.861), que traz a experiência direta de Deus.

Quando Lahiri Mahasaya era criança, era frequentemente visto sentado em meditação. Um menino prodigioso estudou urdu e hindi e depois bengali, sânscrito, persa, francês e Inglês, juntamente com o estudo dos Vedas.

Recitar os Vedas, tomar banho no Ganges e a adoração às divindades faziam parte de sua rotina diária em Varanasi.

Casa do bisneto de Lahiri Mahasaya

Casa do bis-neto Lahiri Mahasaya

Casa do bis-neto Lahiri Mahasaya

Uma casa que bem parece um templo, onde está o Mahasamadhi (seu corpo) de Lahiri Mahasaya. Acima foto da porta de entrada da casa-templo do bisneto de Lahiri Mahasaya.

A família recebe com muita hospitalidade. E um clima de serenidade está presente. Todos os dias ao cair da tarde acontece uma cerimônia chamada Aarati (ritual de adoração a uma deidade ou um mestre iluminado).

No interior da Casa

No interior da Casa

No foto abaixo, este quarto está no andar de cima da casa, com algumas preciosas relíquias, como a única foto de Lahiri Mahasaya.

No interior da Casa

No interior da Casa

Visitaremos a casa onde Lahiri Mahasaya morou em Varanasi. Ela é aberta para visitação somente um dia ao ano (Guru Purnima Day) que acontece na metade do ano. Mas as vibrações, mesmo do lado de fora, são altíssimas.

Porta da casa de Lahiri Mahasaya

Porta da Casa de Lahiri Mahasaya

RANCHI

Chegando em Ranchi ficaremos hospedados no Ashram de Paramahansa Yogananda: Yogoda Satsanga Society of Índia/Self Realization Felowship – http://www.yssofindia.org

Vamos participar da programação do Ashram, suas palestras e meditações.

Este local mais parece um Oasis de PAZ, com uma serenidade constante no ar. O silêncio parece estar impregnado de amor ao Guru. Um dos Ashrams mais belos da Índia, com seus maravilhosos jardins e uma limpeza impecável. Um contraste com o aparente caos da Índia.

 

Dhyana Mandir

Dhyana Mandir

No salão de meditação é impressionante a sua beleza, a sua grandeza e sua aura de pura Luz. Ouvir os cânticos cósmicos, com a mesma melodia com que se canta no Brasil, leva-nos a um estado de puro contentamento e amor a Deus. Na foto acima o pátio em frente ao Dhyana Mandir onde são feitos os exercícios de energização.

 

Govinda-Turismo-Dhyana-Mandir-02

Dhyana Mandir

 

Foi aqui em Ranchi, que em 1917 Paramahansa Yoganada fundou sua primeira escola para meninos, “HOW-TO-LIVE”, onde modernos métodos educacionais foram combinados com treinamento de yoga e instrução nos ideais espirituais. Visitando a escola alguns anos mais tarde, Mahatma Gandhi escreveu: “Esta instituição impressionou profundamente a minha mente.”

 

Govinda-Turismo-Dhyana-Mandir-03

Dhyana Mandir

No meio dos jardins do Ashram, um belíssimo memorial em homenagem ao lugar onde se deu início a grande obra de Paramahansa Yogananda. Um templo em formato hexagonal, todo em mármore, com uma grande flor de lótus na cúpula.

SMRITI MANDIR

Smriti Mandir

Smriti Mandir

Na foto abaixo, o interior do Smriti Mandir, um local de oração e profunda gratidão a este mestre divino pela sua grande obra feita para a evolução espiritual da humanidade.

Govinda Turismo Smriti Mandir

Smriti Mandir

 

Govinda-Turismo-Arvore-Litchi

Arvore Litchi

 

A árvore Litchi Vedi é um dos lugares sagrados associados ao nosso Gurudeva. Sentarmos sobre a sombra desta árvore é simplesmente mágico. Foi sob a sombra desta árvore que o grande Guru realizava frequentes aulas ao ar livre para meninos. Recentemente, os cientistas descobrira um fato notável, ela foi cientificamente reconhecida como uma variedade nunca antes documentada pela ciência, e foi oficialmente nomeado após Paramahansa Yogananda. O nome agora está listado como Litchi Vedi.

Abaixo foto do prédio administrativo onde se encontra preservado o Quarto de Yogananda e um relicário com a vestimenta e objetos que estavam próximos dele por ocasião do seu Mahasamadhi.

Govinda Turismo Quarto e Relicario de Yogananda

Quarto e Relicario de Yogananda

 

CALCUTÁ

Chegando a Calcutá, vamos direto para a cidade de Dakshineswar, a 15 Km de Calcutá, onde esta o Ashram de Paramahansa Yogananda, ficaremos hospedados neste Ashram. Yogoda Satsanga Society of India/Self Realization Felowshiphttp://www.yssofindia.org

Vamos participar da programaçao do Ashram, suas palestras e meditações.

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

Inaugurado em 1939 o ashram era originalmente uma “casa jardim” em uma área de 2 acres de terra e possuía estábulos que foram transformados em áreas de trabalho bem como um lago de tamanho considerável que continua sendo mantido.

As margens do Rio Ganges, um verdadeiro REFUGIO de PAZ!!! Num clima de monastério, ou seja total recolhimento. Abaixo, os quartos para os hóspedes-discípulos.

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

A beleza do lugar cria uma atmosfera de harmonia. A serenidade paira no ar e convida para o recolhimento.

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

Ashram de Paramahansa Yogananda em Dakshineswar

VISITAREMOS EM CALCUTÁ E NAS REDONDEZAS

Casa em Calcutá
Local onde Yogananda morou até sua juventude, hoje habitada pelo seu sobrinho-neto Somnath, sua esposa e filhos – que mantém a casa amorosamente, como um santuário.

Local onde Yogananda morou ate sua juventude

Local onde Yogananda morou ate sua juventude

Eles nos acolhem e nos fazem sentir como membros da família, compartilhando histórias e relíquias.

Nesta casa encontra-se no sótão o quartinho onde Yogananda meditava quando jovenzinho. As vibrações deste lugar são altíssimas. Pode- se ter uma verdadeira experiência de contato divino neste local.

Também Babaji apareceu em seu quarto antes de sua partida aos EUA assegurando que ele era o escolhido para espalhar a mensagem de Kriya Yoga no Ocidente. É possível vivenciar momentos de profunda devoção.

 

Templo de Kali (próximo ao Ashram de Dakshineswar)

Famoso Templo de Kali associado à Ramakrishna, um místico do século 19, o qual dedicou profunda devoção à Mãe Divina. Neste templo a Mãe Divina apareceu à Paramahansa Yogananda e concedeu uma graça ao marido da sua irmã Roma. Descrito no capitulo 22 da Autobiografia de Yogananda.

Templo de Kali

Templo de Kali

Serampore

Cidade a 16 km do Ashram de Dakshineswar, onde  Sri Yukteswar , guru de Yogananda, teve seu eremitério e onde Yogananda passou 10 anos em treinamento. As ruas dessa pequena cidade são repletas de vibrações deixadas pelo Mestre por onde ele caminhava enquanto crescia espiritualmente.

Às margens do Rio Ganges está o Rai Ghat, neste lugar sagrado está a figueira ao lado da qual Mahavatar Babaji apareceu em forma física para Sri Yukteswar. As vibrações deste local conduzem ao recolhimento e conexão com o amado Babaji.

Serampore

Serampore

Serampore

Serampore

 

RISHIKESH

Rishikesh, situada no sopé dos Himalaias, aos margens do Ganges e cercada por florestas e montanhas, é um deleite espiritual para quem quer mergulhar nas profundezas das vibrações sagradas desta cidade de Ashrams, iogues e santos.

Rishikesh

Rishikesh

O clima místico desta sagrada cidade, está em todas as partes e o tempo todo. Do nascer do sol, com o som dos templos que cantam para seus deuses, ao pôr do sol com os pujas (oferendas) a Mãe Ganga.

Aarati em Lashman Julha

Aarati em Lashman Julha

A vida de Rishikesh é centrada em torno do Rio Ganges, a mãe divina na forma de Ma Ganga. Em várias partes do rio, ao entardecer acontece uma linda cerimônia de reverência e gratidão ao rio, chamado Aarti. Iremos conhecer o Aarti que acontece em Lashman Julha e Ram Julha.
 
Por Rebeca Angelica Verma
 

 

CONVIDAMOS A SEGUIR CONOSCO

Conviver no seio da vida indiana, nesta coexistência do passado e do presente,
do eterno e do passageiro, nos faz realizar uma viagem interna…

De questionamentos, de reflexão…

Uma viagem como esta nos coloca em contato conosco mesmos…

Nos coloca em contato com o nosso Criador.

 

Solicite Preços

 

>> Home > Pacotes de Viagem > Peregrinação de Yogananda

TOPO

gtwa web design | engine by wp